10 de fev de 2011


   Ao entrar no cinema para assistir a um filme de ação, você não espera encontrar diálogos profundos ou dignos de citação em obras sobre a filosofia da vida. A ideia é desligar algumas partes do cérebro e curtir os efeitos impostos pelo gênero. O mesmo acontece com alguns aplicativos para as redes sociais. Se você analisar esses programas e pensar nas vantagens que eles trazem para o cotidiano, provavelmente vai trocá-los pela leitura de uma obra de Dostoiévski. O Orkut, por exemplo, está cheio dessas opções estranhamente populares, cujo sucesso pode ser resumido da seguinte maneira: diversão pura!
Confira algumas opções:


“Caixa da verdade”
   Em tese, o objetivo desse aplicativo, com mais de 2 milhões de usuários, é mostrar o que as pessoas de fato pensam sobre as outras. É possível enviar mensagens anônimas soltando o verbo a respeito de amigos – e, é claro, desafetos. Ótimo para quem gosta de sofrer com as verdades da vida.
“Vou, não vou!”
   São mais de 4 milhões de pessoas julgando as imagens de homens e mulheres que têm a coragem de publicar suas fotos no aplicativo. Se a imagem agradar, provavelmente ganha um “Vou” – uma maneira sintética de dizer que o fotografado em questão é ou não interessante, sexualmente falando. Caso contrário, a imagem ganha um “Não vou”, que pode resultar em sérios problemas psicológicos para o dono da foto.
“Biscoito do Azar”
   Simplesmente o cúmulo do pessimismo. Segundo os desenvolvedores, as mensagens exibidas pelos aplicativo apontam “o que você realmente vai encarar no futuro”. Ou em outras palavras: “Sorria, amanhã pode ser pior”.
“Treine seu namorado”
   Puro preconceito contra os pobres namorados. Nesse jogo, as mulheres são incentivadas a tratar cruelmente os seus interesses amorosos colocando-os, literalmente, na coleira. Punir alguém por causa de uma olhadinha para outra garota? O cúmulo da maldade.
“Se mate em cinco minutos”
   O nome do aplicativo já diz tudo. Nele, você deve encontrar um jeito de acabar com a própria vida antes do casamento – o que pode ser considerado como uma redundância por algumas pessoas. Basta encontrar as armadilhas espalhadas pela sala. Extremamente mórbido (dependendo da noiva).
Para encontrar os aplicativos
  A curiosidade foi mais forte? Na tela principal do seu perfil, na lateral inferior direita, existe a caixa de aplicativos. Clique em “Gerenciar” e faça a busca pelos nomes citados. Você pode encontrar algumas pérolas interessantes. Se quiser, pode citá-las na área comentários do blog.
Categories:
Comentários Facebook
Comentários Blogger

Um comentário:

  1. Mais hilário ainda é ver como as pessoas REALMENTE se viciam nos aplicativos. Por exemplo, a Mini Fazenda/Colheita Feliz mudou a vida de muita gente. Agora eles esquecem até de comer só para colher seus morangos no maldito jogo.

    É interessante ver como os usuários agem diante dos jogos. Se viciam mesmo. Eu, particularmente, não vejo a graça nessas coisas. Mini Fazenda então, esperar chegar até o outro dia pra ver a porra da planta crescer. Pra depois colher. Pra depois vender. E depois começar tudo de novo.

    Não tenho saco pra isso.

    Gostei do blog ;D

    ResponderExcluir